O Jogador, Dostoievski

Primeiro livro do Dostoievski que eu leio e a impressão que tive é que os personagens são “transparentes” como cristal diante do leitor. Parece que a gente sabe tudo sobre eles; o autor nem precisou escrever muito. Confesso que achei que iria ser um suplício, mas o texto é leve e as histórias são de fácil assimilação. Próximo passo será Crime e Castigo. Será que consigo?

Continuar lendo O Jogador, Dostoievski

A meta de leitura

Eu tinha colocado, por brincadeira, 20 livros para 2018. Era realmente pura brincadeira – jamais imaginei que terminaria um e logo emendaria com outro. E assim foi. Cheguei a ler dois por mês. Parece brincadeira, pois sei que há pessoas que leem bem mais que isso, mas foi a primeira vez que “dei o gás” nos meus livros que estavam encostados na minha estante pegando poeira.

Continuar lendo A meta de leitura